sábado, 4 de maio de 2013

Uma grande escola para quem quer ser contador de histórias



“Que tal estimular os alunos a contar histórias? Além de ser um exercício de socialização, a criança estará desenvolvendo aptidões importantes, como se expressar perante um grupo de pessoas com desenvoltura e domínio de espaço. Ao mesmo tempo estará entrando em contato com seus afetos, pois ao dar forma e expressão aos sentimentos contidos no texto ela aprenderá a lidar com os seus, e tudo isto leva, consequentemente, a uma ampliação dos seus recursos internos e a um amadurecimento psicológico”.  
Busatto, Cleo. 2003 - pag. 40




Já li este livro várias vezes. Ele é guardado com muito carinho. Contém grandes segredos de um bom contador de histórias. Sou apaixonada por esta obra de Cléo Busatto.




quarta-feira, 1 de maio de 2013

Meu cãozinho


Homenagem feita a este cãozinho que por 15 anos 
alegrou as nossas vidas.


Eu tenho um cãozinho
que me deixa preocupado:
só vive fazendo bagunça.
É um cãozinho danado!

No outro dia, vejam só,
se meteu em confusão.
Furou a bola novinha 
do filho do Seu João.

Depois rasgou  a almofada
preferida da vovó.
Levou uma grande palmada.
Coitadinho! Tive dó.

Mas ele é tão divertido
já sabe brincar de pegar.
Jogo um pauzinho e ele pega...
o problema é soltar!

Também corre atrás de mim
de maneira divertida.
Depois, se estica no chão
para eu coçar sua barriga.

Por ter um nariz marrom
e ser muito "gostosinho",
dei a ele um lindo nome:
ele se chama TODYNHO.



 Denise Almeida

Ilustração de Danilo Marques
Esta poesia faz parte do livro ESSA VIDA DE CRIANÇA NÃO É MOLE.