sábado, 1 de dezembro de 2012

Histórias boas de se contar II

Bruxa, Bruxa, Venha à Minha Festa, de Arden Druce
(Editora Brinque-Book)


Imagem Produto

Hoje quero falar sobre  os vilões das histórias: as crianças adoram!!! Você que não conhece o livro BRUXA, BRUXA VENHA À MINHA FESTA pode estar pensando: "Meu Deus, que bruxa horrível... as crianças vão chorar, sair correndo quando virem a capa deste livro!  Se enganam! Elas amam.  Criança adora suspense, gosta do vilão porque sabe que ele acaba "levando a pior no final da história" e elas adoram essa idéia.  Sabe quem mais gosta de ouvir a leitura deste livro? As turmas de Educação infantil.
Este livro é maravilhoso, pois o texto se repete e há uma interatividade da criança com as imagens.
Veja a sinopse:
"Uma garota pede para que toda a sorte de seres assustadores compareça a sua festa. E lá vão Bruxa, Gato, Espantalho, Coruja, Árvore, Duende, Dragão, Pirata, Tubarão, Cobra, Unicórnio, Fantasma, Babuíno, Lobo e... epa! Chapeuzinho Vermelho? Uma história diferente ... No final as crianças têm uma enorme surpresa.
Leia "abusando da variedade do timbre de sua voz"... mantenha um ritmo, deixe que eles façam a interatividade tentando descobrir qual será o próximo personagem a ser convidado... Você contará essa história mais de mil vezes à pedido da meninada.
Depois escrevam (coletivamente) um ENORME CONVITE  para crianças de outras turmas entrarem na sua sala (ou num gramado) para ouvirem a história também.

"Papo literário":
Quem você convidaria para sua festa? Quem você NÃO  convidaria para sua festa?  As crianças poderão responder oralmente justificando sua escolha.
Ou você poderá propor recortes de fotos de celebridades que participarão de sua festa imaginária... Invente. Faça a aula ser divertida. Curta a criatividade de suas crianças.
Depois das brincadeiras vocês podem registrar "como foi o dia de hoje" no caderno mágico (caderno de produção textual)...

NÃO SE ESQUEÇA QUE...  um momento de contação de histórias não deve ser usasdo SEMPRE para dar partida a uma atividade. Se for desta forma, as crianças irão associar histórias com trabalho e não com "momentos de gostosura"
Boa leitura! E, sempre que puder, divirta-se!

16 comentários:

  1. Esse livro ficou simplesmente, encantador! As crianças ficam curiosíssimas para saber quem será o próximo convidado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosângela,
      O legal deste livro é essa magia que ele exerce sobre as crianças. É fantástico, não é?

      Excluir
  2. Um verdadeiro absurdo ver este tipo de livro pra crianças!! Uma velha HORRORROSA na capa!! Será que não cai a ficha??? Como podem levar isso pras criancinhas lerem, ou repetirem?
    Convidar esta velha mostruosa pra festinha dos filhos, vcs acham isso legal?? Vcs gostariam de ver esta coisa medonha na sua casa?? Ou que seu filho veja isso nos pesadelos dele???
    Aonde vai este mundo com sua cegueira? Somente tendo DEUS na vida pra Ele abrir os olhos desta cegueira!! Isto é falta de Deus!!! Está na hora de acordarem, pro bem das crianças!!

    ResponderExcluir
  3. Vera,
    Publiquei seu comentário porque as pessoas têm o livre arbítrio de se expressar. Sou pedagoga e comecei trabalhar com crianças aos 13 anos dando aulas em casa, ou seja, a minha vida inteira convivi com crianças lançando não só um olhar afetivo, como também profissional.

    Procure saber mais sobre o assunto e ter uma mente mais aberta, pois assim perceberás que não há nada de errado com o livro e a bruxa não traz pesadelos para as crianças. O que lhes traz pesadelos são os maus tratos, o desamor, o desprezo, o abandono...

    Ainda bem que vivemos num país livre onde as pessoas podem concordar ou não com as outras e, mesmo assim, manter o respeito pelas opiniões que diferem às nossas.
    Obrigada por ter se manifestado.

    Denise Almeida
    (Pedagoga, professora, escritora e contadora de histórias... apaixonadíssima por tudo o que faz... e acima de tudo, uma pessoa FELIZ.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui contratada para contar histórias numa escola e a professora não permitiu que essa fosse contada apesar das crianças ficarem gritando em coro,bruxa! bruxa! e logo eu que amo essa história e conto com muito suspense, as crianças vibram de alegria...

      Excluir
    2. É mole? Cada um tem seus critérios que devemos respeitar, mas é uma pena muito grande que algumas pessoas não entendam a proposta do livro.
      Vc é muito bem vinda no meu Blog, amiga! É uma honra contar com seus relatos de experiências e opiniões.
      Beijos.

      Excluir
  4. Denise, não sou professora de Educação infantil, mas fiquei interessada no livro. Tenho um filho que fez 10 anos e ele não gosta de qualquer história. Conversando com ele sobre este livro e ele pediu para eu comprar. Vende em qualquer livraria? Parabéns pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, amiga! Você o encontra em grandes livrarias e também na internet. Faça a busca no Google que irão surgir vários preços. Acho que seu filho vai amar as ilustrações. Bjos.

      Excluir
  5. Rosangela,

    É isto mesmo que acontece: o livro vai criando uma expectativa de "quem será o próximo convidado"... e as crianças também adoram descobrir no final do livro que os convites eram para que todos participassem de uma FESTA À FANTASIA. Muito criativo.

    Obrigada por sua opinião, Rosângela.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Denise !
    Aceitei o convite feito no FB e estou aqui...Sou terapeuta( fono) formada e pós graduada pela UNIFESP, Pedagoga, Com formação em Ped. Waldorf, Arte educadora e terapeuta, musicista,estudiosa e pesquisadora das Narrativas Tradicionais dos Diferentes Povos da Terra,inclusive seus aspectos terapêuticos e psicanalíticos, contadora de histórias, tenho um trabalho de formação e aperfeiçoamento na Arte de Narrar e Encantar Histórias , 60 anos...e mãe ( quase avó...).E acho maravilhoso o livro, um dos aspectos que ele coloca é exatamente de que as aparências enganam...em minha família tínhamos muitas pessoas velhas,e a experiência custa beleza exterior, física...e sempre achávamos esses velhinhos, enrugados, recurvados, com um narigão e até algumas verrugas MA-RA-VI-LHO-SOS, pois nos era mostrado o tempo todo seu lado interior, pleno de amor e sabedoria...Outra coisa, as bruxas - assim como os príncipes, sapos, madrastas, reis...fazem parte do imaginário humano, e representam algo maior, são arquétipos, são verdade que sempre existiram ( e viveram) e que sempre irão existir e viver dentro de cada um de nós...e fazer uma relação direta, externa, superficial é algo indevido e perigoso...Outra coisa, os contos tradicionais ( e este faz apenas uma "alusão" a eles)são alimento para a alma e ajudam a todos ( adultos, jovens, crianças e velhos) na compreensão de situações,de si mesmos, e na indicação de como solucionar desafios que a vida nos apresenta- por isso são TERAPEUTICOS.
    Bom eu poderia seguir aqui, apontando uma série de coisas, mas acho desnecessário...
    A última coisa que aponto é a própria narrativa, o fio condutor da história, onde a bruxa ( ue é muito atrativa para todos nós) coloca como condição de aceitar o convite ( de honra) para ir ao aniversário da criança que ela também convidasse todos os demais personagens( arquétipos), e inclusive chapeuzinho vermelho ( que podemos relacionar com a própria criança)para a festa! Sem todos os arquetipos não pode haver festa !!! Isso me lembra Fernando Pessoa: "Para ser grande sê inteiro..."
    Precisamos fugir da avaliação rápida e imediatista, baseada no gosto ou não gosto...
    AH! E uma última coisinha... religião quer dizer "religare"...isso é fazer a ponte entre o palpável e o sutil e intocável; e as Histórias - melhor que qualquer outro recurso ou instrumento - fazem esta ponte , este "arco íris da aliança", através do qual eu posso me elevar "aos céus"(sutil, intocável, sagrado) , ou através do qual o sutil pode nos alcançar, nos tocar e se manifestar.
    Um forte e carinhoso abraço a todos,
    Betty Mello

    ResponderExcluir
  7. quer dizer que velhas horrorosas não podem ir a´festa, que pena, pois tantas avós bem que queriam ir á festa mas como são velhas...

    ResponderExcluir
  8. quer dizer que velhas horrorosas não são aceitas nas festas, e se fossem moças horrorosas, o que é horrorosa, o que é velha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que com a minha idade também vou ser rejeitada nas festas... Tadinha de mim! Beijos, querida.

      Excluir
  9. Olá, Denise!
    Sou contadora de histórias e estou terminando o curso de Pedagogia. O que tenho a dizer sobre o livro, é que ele é simplesmente D+... Faço contação numa escola pública que atende do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e todos gostam da proposta, do suspense, do brincar, que acabam por cobrar quando faremos a festa pra convidar, de verdade, todos os personagens... é preciso despir-se do preconceito para encantar-se com o livro.
    Um forte abraço,
    Elisangela Prudente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elisangela,
      Você deu uma idéia que eu não havia pensado! Daria um pouco de trabalho mandar fazer as fantasias, mas tenho certeza que as crianças iriam curtir muito uma festa com os personagens(daquele jeitinho que aparece no final do livro)! Adorei sua idéia, vou amadurecê-la! Vou comentar lá na página do meu face. Bjossssss

      Excluir

Gostaria que deixassem sugestões e comentários, ok?