domingo, 2 de novembro de 2008

Poemas infantis: Baratas!



Duas baratas muito faceiras
Adoram fazer brincadeiras.

Imitam gente com perfeição:
Vestem sainhas e passam baton!

Brincos compridos, querem usar...
Mas sem orelhinhas, onde pendurar?

Com botas de couro e blusas curtinhas,
ficam as baratas tão bonitinhas!!!

Desfilam as duas com fantasia!
Brincam felizes! Ai que alegria!

Ligam a música para dançar...
Bailam e pulam, querem voar!!

Brincam de pique e de amarelinha.
São tão amigas essas bichinhas!

Por serem espertas, não vão bobear,
pois a madrugada já vai terminar.

Baratas brincando à luz do dia?
É um grande perigo! Ai que agonia!

Se forem pisadas por um pé malvado...
Aí vai barata par tudo que é lado!!!

Pensando direito é melhor se mandar,
Pois no outro dia voltam a brincar!

E assim as baratas sem parar de rir
Pegam suas coisas... e se mandam dali!!

RJ: Denise Almeida da Silva, 2005
Poema publicado no livro:
“Quem não presta atenção... Só se mete em confusão!”
Para adquirir o livro entre em contato por e-mail: denisepoetisa@yahoo.com.br
ou por Tel. Cel. 99701 4557

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria que deixassem sugestões e comentários, ok?