domingo, 2 de novembro de 2008

Poema Infantil: BANHO, NÃO!

A minha mãe sempre grita:
“Vai tomar banho, menino!”
Mas eu não gosto de banho
porque eu sou pequenino.

Não quero água pingando
no meu corpinho franzino.
Vai tirar minha sujeira
e assim vou ficar fino.

Eu corro, então, pela casa
pra do banho me esconder.
Acho, assim, que em pouco tempo
a mamãe vai me entender.

Mas mamãe não entende nada!
Diz que eu sou um encrenqueiro.
Me pega então pela orelha
e me leva pro chuveiro!

Ai, meu Deus! Como é difícil
essa vida de criança!
Mas eu não nunca que desisto
e a mamãe nunca se cansa!

RJ: Denise Almeida da silva, 2007

Um comentário:

  1. Adorei o poema!
    Estou encantada com seu trabalho.
    Muito Bom!
    Forte abraço!
    Paty Fonte

    ResponderExcluir

Gostaria que deixassem sugestões e comentários, ok?